segunda-feira, 11 de junho de 2012

O Valor das Coisas

......
Uma vez uma mulher resolveu prestigiar Jesus dando um trato nos pés dele com um perfuminho de excepcional fineza. O vidrinho de 15ml estava em torno de 300 dólares na ocasião, coisa de madame mesmo.

Um pessoal lá que andava com Jesus, aqueles tipos que pensam em tudo na base de quantos cifrões vale cada coisa, de quanto vale cada pessoa, daqueles que não não dão nem bom dia se não for pra ganhar algo em troca, um desses tipos, chegado de Jesus, foi logo falando: "Por que a gente não vende esse troço aí e faz uma caridade"?

Seu discurso tentava dizer: "vou demonstrar aqui que sou um cara preocupado com meu próximo, que eu penso no bem comum, acima do individual". Nas entrelinhas, o que ele estava pensando era o seguinte: "Dinheiro é muito importante para ser desperdiçado com Jesus", ou ainda "Jesus não é esse cara que ele pensa que é pra desperdiçar recursos tão valiosos", ou ainda "Eu vou fazer Jesus e todos aqui verem que há formas mais moralmente aplaudíveis de se administrar esses recursos".

Mas, a resposta de Jesus, como sempre, colocou as coisas nos devidos lugares, quando ele simplesmente respondeu: 

"Deixem-na em paz, por que a estão perturbando? Ela praticou uma boa ação para comigo. Pois os pobres vocês sempre terão consigo, e poderão ajudá-los sempre que o desejarem. Mas a mim vocês nem sempre terão." Marcos 14:6-7  

Jesus, com esta resposta coloca sua pessoa como o centro de importância no episódio, para escândalo talvez de muitas pessoas que esperassem dele um comportamento mais adequado ao politicamente correto dos nossos tempos. Mas com isso ele está dizendo o seguinte: "Não coloquem nada como mais importante do que eu, nem o dinheiro, nem os pobres, nem a caridade, porque vcs estarão perdendo o foco daquilo que realmente dá o devido valor às atitudes que vocês tomam."

Hamilton Furtado
Publicado originalmente em Outramente. 

Nenhum comentário :

Postar um comentário