sábado, 13 de outubro de 2012

Reis e Rainhas

......

Razão para Crer abre espaço pela primeira vez para uma postagem um tanto diferente, para apresentar o músico Eddie Kirkland. Embora tenha lançado recentemente seu terceiro disco, o músico de Atlanta, EUA, talvez  ainda não seja um dos nomes mais conhecidos no cenário musical cristão, mas certamente não por conta da qualidade do seu trabalho, marcado por composições com muita personalidade musical e conteúdo.

 Temos a satisfação em divulgar a música título do seu lançamento mais recente, "Kings and Queens", inspirada, segundo o autor, na experiência de caminhar com amigos próximos em momentos de dificuldades na vida. Com direito a uma tradução exclusiva para os leitores do Razão para Crer.


Reis e Rainhas
Eddie Kirkland


Bem, o conto-de-fadas que ela sonhou
Teminou em um lar desfeito
E com as crianças apertadas no banco de trás
Ela largou tudo o que conhecia
Enquanto o carro atravessava a divisa do estado
E o radio ficava sem som
Ela chorou alto para Jesus
E ele respondeu com uma coroa

As riquezas encontradas no céu
São coroadas sobre os mansos
Todas as crianças, ladrões e mendigos
Estão acima dos reis e rainhas
O mistério do Reino é que tudo é ao contrário
As mãos que têm o tesouro
São as que vivem para servir
Os heróis do céu são os últimos e os menores da terra

Agora as palmas dele estavam úmidas e trêmulas
Quando ele de pé dizia seu nome
E o conto de filhos e filhas
Ele descartou pelo caminho
Todos os rostos naquele círculo
Todos eles encorajavam e se juntavam
Conforme ele andava para resgatar seu símbolo
Ele alcançou uma coroa

Em um dia como outro qualquer
Em um baldio fora da cidade
Vozes furiosas reunidas
Você poderia ouvi-las há milhas de distância
Eles riam e cuspiam nele
Conforme os pregos eram batidos
Enquanto sua cabeça pendia e ele surssurrava
O céu respondia com uma coroa

As riquezas encontradas no céu
São colocadas sobre os mansos
Todas as crianças, ladrões e
Estão acima dos reis e rainhas
O mistério do Reino é que tudo é ao contrário
As mãos que têm o tesouro
São as que vivem para servir
Todos os quebrados e inferiores
Os esquecidos serão os
Os heróis do céu são os últimos e os menores da terra